domingo, 25 de setembro de 2016

À gastança

O que importa ter dinheiro ou não?
Viver emoção da compra, isto sim!
Ínclito é adquirir para ter satisfação
Conciliar bom e melhor não é ruim.

Ideal seria jamais comerciar, então?
Ou permanecer comprador chinfrim
Deitar fora todo cheque mais cartão?
Adeus tentações em torno de mim?

Como sei que será impossível isso
Ouço minha consciência toda manhã
Mas vontade de comprar dou sumiço.

Para manter então, minha mente sã
Recorro a ser um racional submisso
Apelo à aquisição de bala de hortelã.

Um comentário:

  1. rss, adorei. Mas prefiro bala de goma!
    Mas falando sério, o consumismo é doença, já diagnosticada - você sabe. Por que consumir tanto? Como é gostoso a gente dizer NÃO: não preciso, não compro.
    Abraços.

    ResponderExcluir